Páginas

sábado, 11 de maio de 2013

LISTA: 10 MELHORES SERIES SUPER SENTAI

Amadas por uns e odiadas por muitos, as series japonesas Super Sentai fizeram parte da minha e, provavelmente, da sua infância. Quatro representantes do gênero foram exibidas no Brasil. Changeman, Flashman e Maskman com sucesso pela rede Manchete e Goggle Five na Bandeirantes. Ao longo dos anos fui alimentando minha paixão por esses seriados que, graças a internet, pude acompanhar bem mais do que foi exibido no país. Fãs se reúnem, traduzem e fazem legendas de series que não passaram aqui. Graças a eles, tenho material suficiente para preencher esta lista. A ordem está por ano de produção e as opiniões são pessoais e, como toda a lista, faltará alguma produção que você goste.

BIOMAN (1984)
A partir de Bioman a Toei Company - criadora e produtora desse tipo de série - começou a experimentar a sua audiência, até então composta de crianças. No horário de exibição (sexta as 18h00) um publico mais amplo acompanhava a atração. Em Bioman, o robô gigante não estava presente apenas para vender brinquedos. Ele era parte fundamental da historia. Esse seriado apresentou também um visual e um acabamento mais arrojado do que as anteriores e, mesmo precários, os efeitos convenciam para época. Aqui também começou-se a dar uma atenção especial aos vilões tanto no visual quanto na importância para a trama.

CENA INESQUECÍVEL: A MORTE DE YELLOW FOUR
Pela primeira e unica vez, um membro fixo de série Super Sentai é substituída.  No episodio 10 (Adeus, Yellow Four!) a personagem morre de modo cruel. Até hoje não se sabe ao certo o motivo da saída da atriz.



CHANGEMAN (1985)
Não tem muito o que falar sobre Changeman. Fenômeno instantâneo? Clássico absoluto? A série continuou o caminho aberto por Bioman ao trabalhar melhor as histórias e personagens. Por falar neles, os vilões correram o risco de se tornar mais carismáticos do que os heróis. Duas palavras: Gata e Shima. Imagine um vilão com uma família preocupada com a vida dos crimes do patriarca? E uma princesa com voz de homem?

CENA INESQUECÍVEL: A APARIÇÃO DE SUPER GILUKE
A Rainha Ahames ao ver as constantes derrotas de Giluke para os Changeman resolve tomar as rédeas de Gozma e dar cabo do vilão. Furioso ele ressurge como Super Giluki também conhecido como mais uma dor de cabeça para os nossos heróis.





FLASHMAN (1986)
Outra série que dispensa apresentações. Estávamos nos recuperando do susto que foi ao conhecer Changeman quando a Manchete trouxe Flashman outra série ótima que também surpreendeu ao longo de sua duração. Com um tom um pouco mais dramático, Flashman foi uma serie que, ao longo dos 51 episódios, não deixou a peteca cair e teve o topete de apresentar um final onde os heróis não ficavam felizes para sempre. Eles foram embora da Terra por causa do fenômeno do Flash Negativo que os tornara fracos ao ficarem em nosso planeta. Tristes, mas com sensação de dever cumprido.

CENA INESQUECÍVEL: A MORTE DE KAURA
Vilão bom é aquele que da muito trabalho aos heróis.  Assim fez Kaura e seu chicote que encarava até mesmo o líder Monarca LaDeus (que nome ótimo!!). Mas ele encontrou seu fim nas mãos de Red Flash numa praia, ao por do sol e com uma musica clássica ao fundo. Arrepia até hoje.




MASKMAN (1987)
Maskman não chegou a ser um estrondoso sucesso como Changeman e Flashman, mas não passou desapercebido entre os fãs. Dentre a serie de esquadrões coloridos que passaram aqui, teve o enredo mais dramático e maduro, com o Red Mask sofrendo a serie toda pela perda da amada pelo Império Subterrâneo Tube. As belas coreografias das lutas remetiam a esportes e a diversas modalidades de lutas marciais e os monstros eram dois seres em um, muito bem feitos por sinal.

CENA INESQUECÍVEL:
A bela Momoko (Pink Mask) faz uma promessa a uns garotos e ela tem que acreditar em si mesma sem a necessidade de se transformar. Uma pequena mostrar de como essas series tratavam as crianças antes.



LIVEMAN (1988)
Se teve um seriado que me surpreendeu a cada capitulo foi Liveman. E não foi o fato de a metade da serie termos um trio de heróis coloridos e não cinco combatendo o mal. Foi a serie mais ousada em abrir mãos de alguns clichês em favor da história. As lutas com robôs gigantes no final de cada episodio eram bem curtas. A amizade era tema principal e os heróis sofriam por que seus amigos venderam a alma ao diabo. Como dito, o fato de ter três protagonistas até a metade do seriado fez   Yusuke, Jou e Megumi serem bem desenvolvidos e se tornarem queridos por quem assiste. Os vilões dão um show também. O chefão, Dr. Bias, passa a série toda mandando os seus doutores duelarem entre si para ver quem é o mais inteligente. Aos poucos ele levanta desconfiança de seus comandados Dr. Kemp, Dr. Mazenda e Dr. Ashura. O trio, alias, são humanos transformados em seres malignos que tem suas crises de identidade.

CENA INESQUECÍVEL:
Não tem uma cena e si, mas sim todo um episodio, o numero 28. O chamado Giga Plano do Império Volt da inicio quando um robô gigante indestrutível é construído. Nem o Live Robo dos Liveman consegue derrota-lo. Então, eles são perseguidos e massacrados durante todo o capitulo. Até que um jovem esquentado aparece mas ele também é detonado. O final do episodio sugere que os heróis serão derrotados e acaba. Claro, estamos falando de uma serie de super heróis e no capitulo seguinte eles vencem e ganham mais dois companheiros de luta.




TURBORANGER (1989)
Turboranger começou fraquinho e, em algumas vezes, bem sem graça. Mas como eu amo as series dos anos 1980 dei uma chance para esse esquadrão. A surpresa foi aumentando a cada episodio. Tomei um susto quando os vilões foram derrotados por volta do episodio 30. Surgiu, então dois oponentes de peso. Yamimaru já estava presente se tornando um grande nêmeses do Turbo Red. A vilã Kirika foi introduzida. Os dois juntos deram muito trabalho aos heróis desse seriado que ficou melhor a cada apresentação. Mas o grande chefão Ragon não morreu como se esperava e volta ainda mais poderoso disposto a derrotar os heróis.  Turboranger, alem da trama envolvente também possui um das mais bem escolhidos elencos da historia dos Super Sentai. O líder Riki é citado varias vezes como o melhor pelo fãs. Mas os outros personagens Daichi, Shunsuke, Yohei e Haruna também são carismáticos.  Falando em Haruna, a atriz Noriko Kinohara é, em minha opinião, a mais bela atriz a participar desse tipo de serie.

CENA INESQUECÍVEL:
Durante o episodio 45, Haruna se sente mal com os amigos por confiar numa falsa visão de Ragon o que resultou em grandes feridas nos heróis.  Então, ela pede aos outros que deem uma chance para ela se vingar. Sozinha, numa cena que dura sete minutos, ela vence os soldados e o monstro da semana, pilota o Turborobo, e sai vitoriosa, porem exausta, desse embate.



JETMAN (1991)
Considerado por muitos como a melhor serie Super Sentai, Jetman foi uma serie bem sucedida em vários sentidos. Ela possui o enredo mais maduro e repleta de cenas feitas para o publico adulto. O trio principal Ryo, Gai e Kaori protagonizam cenas emocionantes e memoráveis.  Gai se apaixona perdidamente por Kaori que ama Ryo que ama a namorada Riei que se tornou a vilã Maria. Certa altura, Kaori leva um fora de Ryo e decide dar uma chance para Gai. Os dois namoram e abandonam os Jetman. Isso não foi o primeiro choque, já que os personagens suaram para fazer Gai aceitar seu destino de herói.  Os outros dois heróis Ako e Raita viviam a sombra do trio principal, mas nem por isso deixaram de protagonizar ótimos momentos. No lado dos vilões, pela primeira vez não tinha um chefão. O trio Tran, Maria e Radiguet disputavam para ver quem dominavam a Terra. Ai que entra o único defeito (ou será mais um charme?) da serie. Os monstros eram muito bizarros.

CENA INESQUECÍVEL:
Essa serie é tão legal que eu me lembro de duas cenas.  A primeira, o robozinho G2 é criado com um defeito. Ao invés de ser uma maquina de matar, ele cria consciência e acaba nutrindo um sentimento especial pelo robô Grey, um vilão do seriado. Mas Grey nem liga para G2 ignorando ele a todo momento. No fim, de tanta tristeza e com ciume por Grey não se importar por ele ter salvo Maria, G2 se suicida e explode. O episodio acaba assim. De arrepiar. Outra cena foi no ultimo episodio quando Gai se atrasa para ir no casamento de Ryo e Kaori por ter sido esfaqueado ao salvar uma mulher de ser assaltada. O grande herói chega a tempo de ver os amigos e morre feliz por ter feito tanto sacrifício pela humanidade.



DAIRANGER (1993)
Outro clássico dos anos 1990, Dairanger é uma serie que alterna episódios cômicos/bizarros com outras grandes sagas dramáticas e heroicas. Pela primeira vez, os cinco heróis tem cada um uma historia que é contada do inicio ao fim da serie. Os atores que fazem Ryou, Daigo, Shouji, Kazo e Rin sao muito simpáticos e carismáticos.  E também aqui se tem a presença de um sexto integrante fixo, o que acabou se tornando mais um clichê dos Sentai. O garoto Kou o sexto membro chamado Kiba Ranger, a principio é chato e insuportável  mas depois ele amadurece e ganha o respeito do publico. Dairanger foi mais uma serie que não teve um chefão para comandar os vilões que só foi incluído mais para frente. Tanto a fantasia deles, como a dos monstros eram simples, porem, com um visual ótimo. Surpreendente do inicio ao fim.

CENA INESQUECÍVEL:
O episodio 26 apresenta Jim grande rival de Ryou. Os dois protagonizam embates emocionantes. Mas, durante o primeiro confronto, Jim detona o herói com uma sequencia de socos feitos numa velocidade que impressona quem assiste. No final da cena, Ryu jorra sangue pela boca e eu me perguntei: "então isso é feito para crianças?". No video abaixo vá até 17:38 e veja o que estou falando.



TIMERANGER (2000)
Chamado também de Sentai do milênio por ser exibido entre os anos 2000 e 2001, Timeranger encorporou de vez nas series do gênero o uso de efeitos de CGI. Ou seja, com uma ajudinha da computação gráfica,  cenas que eram antes filmadas com o auxilio da boa e velha ilusão de ótica,  agora são um pouco mais realistas. Ou não, dependendo da situação tudo fica muito artificial como na transformação dos personagens. Mas eu, como bom fã, nunca me importei com os efeitos ou defeitos especiais desse tipo de seriado. A historia sempre importou mais. Timeranger fugiu um pouco do tom infantil que as series anteriores vinham tendo. Os quatro guerreiros que vem do futuro, Yuri, Ayase, Domom e Sion acabam criando uma grande amizade com o líder que é desta época,  Tatsuya. Não lembro de ter visto em outra serie uma dinâmica tão boa entre os cinco protagonistas, que só foi melhorando ao longo da serie. Tatsuya e Yuri acabaram apaixonados, Domon namora serio um garota, e Sion faz a figura de irmão mais velho. Ayase tem uma trama mais trabalhada com uma doença incurável, o que faz dele um cara destemido. Como de praxe nos Super Sentai dos anos 2000, um sexto - pero no mucho - integrante aparece causando confusão. Naoto faz parte de uma equipe criada pelo pai de Tetsuya que não vê a necessidade dos Timerangers. Logo, Timefire e Timered acabam se tornando rivais mesmo sendo os mocinhos.

CENA INESQUECÍVEL
Revelando ter um coração nobre, Naoto morre. A cena que marca a morte de Timefire chega a causar estranheza por se tratar de uma serie para crianças.



AKIBARANGER (2012)
Akibaranger não é um Sentai oficial. Esta fora da cronologia estabelecida pela Toei. Mas é um delírio só. Grande homenagem ao gênero, Akibaranger conta a historia de um fã quase trintão de Super Sentai que é escolhido para ser o líder de um grupo. Num tom de paródia e escracho total, a serie faz piada com todos os clichês das series. Também presta uma grande homenagem, ate onde eu sei nenhum fã se sentiu ofendido por ter sido simbolizado por Nobuo, claramente mostrado como um cara que não quer crescer. Mesmo tirando sarro de tudo, Akibaranger tem uma trama bem trabalhada e uma linguagem um pouco diferente do que estamos acostumados já que la no Japão o seriado é exibido nas madrugadas. Deste jeito, ate as taras dos personagens são mostradas.
Com apenas 13 episódios produzidos, a serie fez tanto sucesso que ganhou uma segunda temporada recém estreada no Japão.

CENA INESQUECÍVEL: 
Na primeira vez que se transformam os personagens se apresentam e fazem uma pose heroica e então ocorre uma explosão barulhenta atras deles e eles simplesmente morrem de medo, bem diferente dos heróis oficiais. Hilário.


MENÇÕES HONROSAS: GOKAIGER (2011) por tirar do aposento muitos atores das series dos anos 1980 e 1990, ainda que só em pontas. E SHINKENGER (2005) por uma trama que fica interessante do meio em diante.

15 comentários:

Anônimo disse...

com certeza ficou uma excelente lista! em especial por jetman, meu sentai favorito. também me ajudou a criar coragem de assistir carranger e liveman, dois sentais que eu subestimava e dairanger, cujo começo não me animou muito. menção honrosa ao hilário akibaranger. parabéns pelo blog!

Khaoe Pacheco disse...

Obrigado por seu comentário.

Carlos de Orleans Donovan disse...

Sempre dizia q nao haveria melhor que Flashman. Mas recente assisti Dekaranger e amei. Atualmente to assistindo Jetman ( ja to no ep 32) e to amando a serie.

Khaoe Pacheco disse...

Dekaranger assisti aos dois primeiros episodios. É bom mesmo? Pelo menos o tema de encerramento gruda na cabeça,

Veronica Silva disse...

Amo demais as séries super Sentai. Já assisti vários. Meus favoritos são Changeman da antiga geração e Shinkenger da nova geração! Atualmente estou no episódio 12 de Hurricanger. E, é claro, estou <3;-)

Anônimo disse...

adorei a lista sou fã dos supersentai o meu favorito é dairangers, pois apresenta uma lista de episodios sequenciais sem contar que a historia de kou e a coreografia das lutas, kung fu, ficaram perfeitos.

Anônimo disse...

HURRICANGER É UMA BOA SERIE? E DEKARANGER? ESTOU ATRÁS SERIADO DA NOVA GERAÇÃO PRA VER. QUAL VCS RECOMENDAM. EU CURTO SENTAI COM TOM MAIS SERIO E HISTORIA BEM DENSA

Khaoe Pacheco disse...

Acho que seria Shinkenger que tem um tom mais sério. Gobuster também, mas devido a baixa audiência a história ficou bem irregular.

Mario disse...

A lista é boa, mas dar menção honrosa a Gokaiger e por Akibaranger na lista é sacanagem...só o ep da luta entre Marvelous e Basco , na minha opinião, está no mesmo patamar dos embates entre Red Flash x Kaura, Red Mask x Kyróz e Change Dragon x Bubba, "só" por isso ja merecia estar na lista...

Anônimo disse...

Meu super sentai favorito é Kyoryuger. Tem uma história boa e interessante, e muitas explosões.
Mas tmb gostei de Akibaranger

andré Medeiros disse...

Galera a melhor série Sentai é TIMERANGER! A série é fantastica e não so pelo TIMEFIRE mas pelas histórias de cada personagem da série!

Lucas Tekkan disse...

Pelo o meu conhecimento em Super Sentai,eu acho que Shinkenger é de 2009,2005 era Magiranger.

Anônimo disse...

Dos super sentais da década de 80,o melhor é sem dúvida são os Changeman, sem contar q o quinteto é o mais bonito de todos os tempos.

Renan disse...

Jetman foi o melhor que assisti até agora. O Yuki Gai é o melhor black de todos.
Recentemente estou vendo Zyuohger e tenho achado bacana. Mas as série atuais dificilmente conseguirão superar Jetman.

Outra que concordo estar na lista é Timeranger. Comecei a assistir porque a versão Power Ranger não era ruim na história. E Timeranger atendeu minhas expectativas.

A próxima série que tentarei ver é Go Busters.

João Gamer disse...

esqueceu o zyuranger