Páginas

sábado, 21 de fevereiro de 2015

MÁS COMPANHIAS


DEMOLIDOR - A QUEDA DE MURDOCK
ROEIRO: FRANK MILLER
DESENHOS: DAVID MAZZUCCHELLI
CORES: CHRISTIE SCHEELE E RICHMOND LEWIS
EDITORA: PANINI E SALVAT


Parte da coleção Grafic Novel Marvels, Demolidor - A Queda de Murdock é um clássico absoluto dos quadrinhos. Um historia que não canso de ler, ainda mais agora nesta edição caprichada que a editora Salvat lança em parceria com a Panini. Está certo que o lançamento oficial foi em fevereiro de 2013, mas devido a uma complicada logística de lançamento, só pude colocar as mãos nesta beleza agora.




Na história, a ex namorada de Matt Murdock é uma viciada que vende a identidade secreta do advogado cego que atua como o herói Demolidor. A informação cai nas mãos do maior inimigo do herói, o Rei do Crime, uma figura que comanda o submundo de Nova York. Então ele comanda um plano que leva meses para ser planejado que envolve a total describilidade da sociedade perante Matt, destrói seu lar, o deixa sem dinheiro e sem poder praticar advocacia. Tudo de uma só vez. Tanta noticia ruim, acaba abalando Matt que passa por todo o tipo de inferno para ter uma volta trinfante.



Deixando seu herói no lixo, para depois reergue-lo com toda a força e fúria, Frank Miller criou uma obra sem igual a melhor historia de Demolidor feita de todos os tempos e até hoje não foi superada (a obra original foi publica em 1986). Talvez o que tornou o gibi tão bom foi o fato do herói ser jogado na lama e pisoteado sem dó e piedade (no sentido figurado, na historia acontece coisa bem pior). Anteriormente, os fãs de quadrinhos tinham sentido choque semelhante com a serie de historia do Arqueiro Verde e Lanterna Verde saíram pelos EUA e depararam com uma realidade nunca vista nos gibis. Mais interessante ainda é saber que A Queda de Murdock foi publicada na revista de linha normal, não é uma mini serie.

Mas o que seria de uma grande historia sem um grande desenho? Aí que entra a fabulosa arte de David Mazzuccelli o homem que entregou caras e bocas de desespero, susto, ódio e surpresa como poucos desenhistas fizeram. Desenho e arte combinados com perfeição.

A obra também é dedicada a momentos de religião.

Nenhum comentário: